AVC é a doença que mais mata. Previna-se! - Salève

Notícias e Dicas

AVC é a doença que mais mata. Previna-se!

AVC é a doença que mais mata. Previna-se!

Popularmente conhecido como AVC, o acidente vascular cerebral é a doença que mais mata no Brasil. No mundo, é a que mais causa incapacidade. Cerca de 70% das pessoas que sofrem um derrame não retornam ao trabalho e 50% ficam dependentes dos cuidados de terceiros. Os números são preocupantes, mas mesmo assim muitas dúvidas ainda existem e pouca prevenção acontece.

É importante dizer que existem três tipos de AVC. O isquêmico, que é causado pela obstrução ou redução brusca do fluxo sanguíneo em uma artéria do cérebro, causando assim a falta de circulação na região, o acidente vascular isquêmico é responsável por 85% dos casos de acidente vascular cerebral. Tem também o acidente vascular cerebral hemorrágico que ocorre quando um ou mais vasos se rompem espontaneamente e há extravasamento de sangue para o interior do cérebro e está altamente ligado a quadros de hipertensão arterial. E ainda, o ataque isquêmico transitório que acontece quando o fornecimento de sangue para o cérebro é interrompido por pouco tempo.

Os números de ocorrências e suas consequências são graves, mas uma parte considerável dos casos de AVC pode ser evitada. Abaixo, trouxemos alguns pontos importantes sobre essa doença. Continue lendo e descubra os métodos de prevenção, sintomas e muito mais.

          – Como prevenir?

Hábitos saudáveis como prática frequente de atividades físicas, alimentação saudável e controle de peso são fatores que podem evitar cerca de 80% dos casos. Outros métodos de prevenção incluem controle dos níveis de diabetes e colesterol, combater o sobrepeso e o sedentarismo, evitar o consumo de cigarros e bebidas alcoólicas e redobrar a atenção caso haja histórico familiar de pressão alta e doenças cardíacas.

          – Quais os sintomas?

É possível identificar um AVC a tempo de procurar ajuda médica, mas para isso é necessário estar atento a alguns quadros que podem acontecer juntos, separados ou em uma infinidade de combinações. Entre eles, é importante destacar: fraqueza de um lado do corpo; dificuldade para falar; perda de visão; perda da sensibilidade de um lado do corpo e alteração no nível da consciência. É importante ressaltar que os sintomas ocorrem subitamente.

          – Qual o tratamento?

Isso depende de uma série de fatores. Mas uma coisa não muda: é imprescindível seguir à risca todas as recomendações feita pelo médico. O AVC pode, sim, ocorrer novamente; estima-se que um em cada quatro pacientes que já sofreu um AVC, terá outro. É importante, também, ter em mente que os três primeiros meses de recuperação são vitais, por tanto, esse período tende a não ser o mais fácil. Essa fase inicial é onde o cérebro pode reaprender e recuperar boa parte das funções perdidas devido ao derrame. Quando um paciente com AVC isquêmico é atendido em até quatro horas e meia do início dos sintomas, todo o quadro clínico pode ser revertido com uma medicação específica.

Caso suspeite que você ou alguém que você conhece esteja apresentando os sinais de um AVC não hesite em procurar um médico, isso pode salvar uma vida. Realize consultas periódicas com o seu neurologista e previna-se.

 

Deixe um Comentário

Categorias